Estudo sobre benefícios do saneamento é apresentado em fórum em MT

Estudo sobre benefícios do saneamento é apresentado em fórum em MT

Com a proposta de promover um debate que gere mobilizações para que todos os cidadãos mato-grossenses tenham acesso aos serviços de água e esgoto, a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) de Mato Grosso, realizou o “Fórum sobre Saneamento: rumo à universalização e sustentabilidade”. 

O evento contou com o apoio da Aegea, que opera concessões plenas em 24 municípios do interior do estado. Palestrantes conhecidos nacionalmente apresentaram a situação do saneamento básico no Brasil. Especialistas no cenário da oferta dos serviços de água e esgoto no estado do Mato Grosso falaram das necessidades regionais. 

Olhar para soluções atuais e para o futuro do saneamento

Assim, com estes participantes, o fórum buscou construir um olhar voltado para as soluções e para o futuro, que coincidem com a universalização do saneamento básico no MT. Ildisneya Velasco, presidente da Abes/MT, destacou que o evento olhou para um propósito muito maior: universalizar a informação sobre a importância do saneamento básico para todos.

“Promovemos este evento trazendo todos os atores: Ministério Público, Tribunal de Contas, representantes dos municípios e órgãos reguladores com o propósito de discutirmos o saneamento de forma macro, de forma estadista”, afirmou. 

Estratégias para promover o avanço da universalização

“Disseminando informações e cases de sucesso, trabalho que está sendo desenvolvido pelo Instituto Trata Brasil e pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), vamos somar. Queremos traçar uma estratégia para que juntos, a gente promova ações para a universalização do saneamento no estado do Mato Grosso”, resumiu.

Para o vice-presidente da Regional 1 da Aegea, Guillermo Deluca, é primordial a participação de todos no fórum porque ele representa um passo fundamental para que o cenário do saneamento básico no estado comece a se transformar em direção à universalização dos serviços.

Jornada desafiadora

“Nossa jornada é importante e desafiadora. Vamos conseguir reverter este quadro, sem dúvida, com talento, parceria, dedicação, com o profissionalismo e a determinação de cada um de nós, demonstrando todo este interesse mobilizado por meio deste fórum”, explica Guillermo.

Membro do Ministério Público de Mato Grosso, o promotor de Justiça Carlos Eduardo Silva, lembrou que o fórum sobre saneamento foi o primeiro evento de envergadura onde se discutiu a questão do Marco Legal, de todo o disciplinamento em torno do saneamento, em torno de medidas e de regionalização.

“Talvez seja o momento adequado para nós exigirmos, via órgãos de controle, entidades de classe, empresariado, todos que trabalham com saneamento, uma postura mais firme de todos os protagonistas”, pontuou.

Estudos sobre os benefícios econômicos e sociais do saneamento

O fórum começou com a palestra do economista Fernando Garcia de Freitas, representante do Instituto Trata Brasil que lançou o estudo “Benefícios Econômicos e Sociais da Expansão do Saneamento em Mato Grosso”, indicando que a universalização do saneamento até 2040 geraria ganhos socioeconômicos de mais de R$ 27 bilhões ao estado, com retorno estimado de R$ 4,80 a cada R$ 1,00 investido, além da geração de mais de 16 mil postos de trabalho.

Juliana Dutra, presidente da Abes Nacional apresentou “Quanto vale cada real investido em saneamento no Brasil”. Gesner Oliveira apresentou “Os desafios da Universalização do Saneamento para o Brasil e o Estado do MT”. 

Já o assunto “Regionalização do Saneamento: caminhos e desafios para o Estado do MT” foi abordado nas apresentações de Fernando Marcato e Marcos Mitidieri.

Evento sustentável

A organização do evento se preocupou em reduzir os impactos ambientais. Não foram utilizados produtos descartáveis como copos plásticos, pastas, sacolas ou materiais impressos. O conteúdo das palestras e o estudo completo do Trata Brasil para distribuição foi disponibilizado de forma online através de um QR Code. O evento foi realizado no final de setembro, em Cuiabá.

Pular para o conteúdo