4 anos com mais respeito, igualdade e diversidade

Respeito Dá o Tom

Como ser mais inclusiva e com maior diversidade? Estas questões ocupam cada vez mais espaço entre as empresas atentas ao ESG (melhores práticas ambientais, sociais e de governança). A Aegea responde a elas na prática, com uma ampla série de ações, projetos e atividades. Desde 2017, a coordenação de tudo isso está sob o guarda-chuva do Respeito Dá o Tom, o programa de igualdade e diversidade racial da Aegea.

Criado para fortalecer o propósito da Aegea, fazendo uma mudança cultural na empresa, com um modo de pensar e agir mais inclusivo, o programa fez quatro anos em clima de comemoração: muitas foram as conquistas. Na sexta, 24 de setembro, colaboradores de praticamente todas as unidades, executivos, gerentes, diretores e o CEO da Aegea, Radamés Casseb, pararam sua agenda de trabalho para mais uma reflexão. 

A inclusão, na Aegea, é como um selo que faz parte da empresa. “Começou com a inclusão sanitária, a de levar saneamento a quem não tinha, e ainda são 100 milhões de brasileiros sem acesso ao esgoto tratado e quase 35 milhões sem abastecimento de água. E, neste trabalho, nada mais natural que a gente procure refletir em nosso time a essência do povo brasileiro. Vamos continuar fazendo com que esta causa seja cada vez mais permeada e tatuada no DNA da companhia”, disse o CEO. 

Reconhecimento pela atuação afirmativa

Com o tema Autocuidado da População Negra, a live comemorativa trouxe também convidados especiais – Vinicius Arcanjo, especialista em relações étnico-raciais e consultor do Instituto Identidades do Brasil (ID_BR); e Jacqueline França, psicóloga e mestranda em Relações Étnico-Raciais. Falaram sobre saúde mental e foco do Setembro Amarelo, a partir da perspectiva da população negra.

Com dados de pesquisas e números, enfatizaram o quanto ainda é preciso falar sobre o assunto para acabar com um processo de racismo internalizado e enraizado na sociedade brasileira. Um caminho que a Aegea vai continuar trilhando. Por meio dos comitês do Programa Respeito Dá o Tom, instalados em todas as regionais da empresa, são feitas rodas de conversa, palestras, letramentos e campanhas de conscientização.

A empresa, que tem o selo Sim à Igualdade Racial, é premiada e reconhecida por sua atuação afirmativa: cria oportunidades para jovens negros das comunidades onde está inserida; tem programas de reconhecimento de talentos para que pretos e pardos possam ocupar cargos de liderança na empresa; ambiente seguro no Canal de Ética; e faz um trabalho baseado em empregabilidade, desenvolvimento e relacionamento.

Pular para o conteúdo