Águas do Rio sedia treinamento da Oracle para regionais da Aegea

Águas do Rio sedia treinamento da Oracle para regionais da Aegea

Em 2021, a Aegea buscou um novo recurso para otimizar a distribuição e roteirização das ordens de serviços executadas pela concessionárias. Dispor de uma solução tecnológica que permitisse automatizar a operação foi fator decisivo para a adoção de um novo sistema de gestão: Oracle Field Services (OFS), em substituição ao OS Online (GSS).

A  Águas de Manaus, que atualmente realiza, em média, três mil serviços por dia com suas mais de 400 equipes, foi a escolhida para a implementação da ferramenta.

No ano seguinte, foi a vez da Águas do Rio – que havia acabado de ser constituída, a partir da concessão do saneamento no Estado do Rio de Janeiro – implementar a ferramenta para a gestão dos nove mil serviços que suas mais de 3,6 mil equipes executam todos os dias.

Maiores clientes globais do sistema

Atualmente, a plataforma é utilizada em quase todas as operações plenas da companhia, estando em fase de implantação na Prolagos, na Região dos Lagos (RJ), e na Regional 1 (MT e MS). Neste cenário, a Aegea está se tornando uma das maiores clientes globais do sistema, em volumetria de serviços distribuídos. 

Tendo em vista a relevância do grupo para a empresa de tecnologia, a Oracle decidiu promover, entre os dias 10 e 13 de julho, um workshop dedicado às equipes que respondem pela área de programação de serviços em suas quatro regionais. O local escolhido para o evento foi a sede da Águas do Rio, na Zona Portuária da Cidade Maravilhosa.

Oficinas práticas e palestras

Dividido em duas etapas, o encontro teve nos dois primeiros dias oficinas focadas em rotinas operacionais das centrais de despacho de serviços. Os participantes tiveram a oportunidade de repassar as principais configurações do sistema e toda a lógica existente por trás da programação automática, além de entender como a ferramenta “pensa” com a inteligência artificial e como “aprende” por meio da aprendizagem de máquina. 

Já os dois dias finais foram voltados a profissionais em nível de gestão, sendo ministradas palestras sobre como gerar valor por meio da tecnologia e utilizá-la para acompanhar o crescimento da companhia.

Sistema diferenciado para monitorar performance e produtividade

Criado para a execução e gestão dos serviços de campo, o Oracle Field Services possui um importante diferencial em relação ao OS Online, que é a machine learning, ou seja, a capacidade da ferramenta aprender sozinha, com base no seu uso pelas equipes operacionais, permitindo monitorar performance e produtividade.

“Tendo em vista que se trata de um sistema em nuvem, com inteligência artificial e necessidade de parametrização, o workshop focou justamente em quem realiza essa padronização diariamente. O intuito foi empoderar as equipes a terem ainda mais domínio sob a ferramenta”, explicou Laís Gomes, gerente da Central de Despachos do Centro de Operações Integradas (COI) da Águas do Rio, área responsável pela distribuição das ordens de serviço na concessionária fluminense.

O workshop reuniu cerca de 40 colaboradores, representando as operações de serviços da Aegea e foi ministrado pelo time de consultoria da Oracle, em parceria com a equipe de tecnologia do grupo. 

Pular para o conteúdo