Cursos mudam a vida de colaboradoras da Aegea no ES e MA

Cursos mudam a vida de colaboradoras da Aegea no ES e MA

No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher, a Parceria-Público Privada entre Cesan e Ambiental Serra abre um importante espaço para a capacitação profissional por meio do curso gratuito Mulheres Encanadoras.

O curso faz parte do Mãos e Obras, idealizado pelo Instituto Aegea e realizado em conjunto com a Prefeitura da Serra, por meio das Secretarias Municipais de Políticas Públicas para Mulheres e Direitos Humanos e Cidadania da cidade de Serra.  

O programa é desenvolvido por outras unidades da Aegea e tem como objetivo promover a capacitação dos moradores das comunidades atendidas pelas concessionárias da empresa.

Mais espaço para as mulheres no saneamento

Ao todo, foram ofertadas 20 vagas para o curso que teve início no dia 10 de março, na sede da Ambiental Serra, em Jardim Limoeiro. Serão 25 horas de aula, entre teoria e prática, sendo entregue um certificado de conclusão para as participantes ao fim da jornada. 

“É um avanço muito importante, pois além das tratativas para trabalhar as lideranças femininas, avançando na questão das mulheres encanadoras, também reforçamos mais uma vez a igualdade de gêneros, de oportunidades. Vamos quebrando paradigmas de que é uma profissão unicamente masculina, capacitando a força de trabalho feminina para estar presente em diversas frentes, incluindo o operacional”, afirma Gislaine Barros de Carvalho, coordenadora de Recursos Humanos da empresa. 

Caminho pavimentado em 2022

Atualmente, as mulheres representam 41% do quadro de líderes das unidades do Espírito Santo. No fim do ano passado, as PPPs do estado abriram a oportunidade de elas estarem no campo. 

Duas mulheres foram contratadas para a função de agente comercial, até então só exercida por homens, fazendo serviços como substituição de hidrômetros, padronização da ligação, lacração de hidrômetros, entre outros. As pioneiras atendem por Daiane de Oliveira e Jéssica de Souza.

“É muito gratificante ser pioneira. Não é qualquer pessoa ou empresa que abre uma oportunidade dessa para mulheres. Querendo ou não, a gente entrou para uma função onde só tinham homens, naturalmente mais machista. É legal saber que a gente pode servir de inspiração para outras meninas seguiram esse caminho”, vibra Daiane de Oliveira.

Curso de instalador hidráulico tem vagas para mulheres no Maranhão

“Como timonense, sinto que hoje é um dia muito importante. Estou empolgada e me sinto agraciada em ter a oportunidade de fazer um curso que vai contribuir para meu crescimento profissional em saneamento, além de permitir ter uma renda a mais”, destacou Francisca Sousa, aluna do curso de Instalador Hidráulico oferecido pela Águas de Timon.

A aula inaugural aconteceu no dia 3 de março, no auditório da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), e também faz parte do Programa Mãos e Obras. O curso tem foco em ligações intradomiciliares, sendo essencial dentro do contexto atual de esgotamento sanitário vivenciado em Timon.

Mais oportunidades de geração de renda para as famílias

Atualmente, o município dispõe de mais de 100 km de rede de esgoto instalada e recuperada em bairros como Centro, São Benedito, Mangueira, Parque Piauí, Vila Angélica, Vila Osmar, Mutirão e Vila Bandeirante, Parque Alvorada, Aliança, Formosa, Pedro Patrício, dentre outros, necessitando de conexão dos imóveis para acabar com a realidade do esgoto a céu aberto.

“Vamos capacitar e formar pessoas para a realização de um serviço necessário para a conexão dos imóveis à rede de esgoto. A mão de obra especializada ficará à disposição da população e terá a oportunidade de ter um incremento na renda familiar, com vagas para mulheres”, destaca o gerente de Operações da concessionária, Guilherme Coeli.

“Este curso é essencial para o momento que Timon vive, com os trabalhos de conexão à rede de esgoto. Capacitações como essa destacam o apoio que a Águas de Timon, juntamente com todos os parceiros, está oferecendo para que o timonense tenha mais oportunidades de renda e ajude a cidade a se desenvolver ainda mais”, destacou Laura Carvalho, secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e do Turismo.

Pular para o conteúdo