Rede de esgoto pioneira em áreas de palafitas melhoram igarapés

Rede de esgoto pioneira em áreas de palafitas melhoram igarapés
Texto: Adão Garantizado, Camila Henriques e Daniele Brito

No dia 14 de julho, o prefeito de Manaus, David Almeida, foi visitar a estrutura de saneamento instalada no Beco Nonato, no bairro da Cachoeirinha, zona Centro-Sul de Manaus. 

No local, mais de 900 moradores foram beneficiados com a instalação de redes de esgoto, em um projeto que foi o primeiro do Brasil a levar o serviço a uma região de palafitas. 

Local simbólico da transformação que acontece na cidade

São 350 metros de tubulações de rede coletora, uma elevatória para bombear o esgoto. A interligação interna das palafitas, responsabilidade dos moradores, também foi realizada pela concessionária. O sistema de esgoto começou a operar no local no primeiro semestre de 2023.

O local é simbólico para a Águas de Manaus, porque também foi o primeiro contemplado no Vem Com a Gente, programa de relacionamento focado na implantação de redes de água em áreas vulneráveis. Em 2022, moradores contaram à equipe da Crítica os benefícios do trabalho da concessionária. 

“Me sinto feliz. Nós éramos muito esquecidos. Nenhuma outra empresa pensou na nossa comunidade, em como vivíamos aqui, na nossa realidade. Ter água tratada e esgoto devido nos dá aquela sensação de dignidade”, declarou Maria Yvone Oliveira, moradora do local  há mais de 40 anos.

Trabalho premiado

A estrutura de água implantada no Beco do Nonato está sendo replicada para outras regiões vulneráveis de Manaus. Já são mais de 150 km de redes pela cidade. O trabalho rendeu à Águas de Manaus o Prêmio Cases de Sucesso em Água e Saneamento, do Pacto Global das Nações Unidas, uma plataforma da ONU voltada para empresas que alinham suas estratégias à sustentabilidade.

“A gente garante que cada ponto, cada beco, cada palafita da cidade, vai ter a sua solução desenvolvida junto com a comunidade, com muito relacionamento, muito desenvolvimento de uma engenharia específica para garantir a qualidade do serviço”, finaliza o diretor-presidente da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

Melhorias para os igarapés

O projeto pioneiro que levou redes de esgoto ao local tem continuidade com a instalação de redes de esgoto em outra área de palafitas. Desde o mês de abril, as equipes da Águas de Manaus estão atuando no igarapé que corta a avenida Parintins, também na Cachoeirinha. São 3 km de tubulações em redes implantadas nas duas margens do igarapé.

“Tivemos sucesso no trabalho do Beco Nonato e resolvemos seguir com ações na região. Nas novas áreas onde estamos chegando com o serviço, também vamos analisar residência a residência, de forma a entender como adaptar a infraestrutura. Serão mais de 6 mil pessoas beneficiadas e com mais dignidade”, diz o gerente de Serviços da Águas de Manaus, Felipe Poli.

Para os moradores da área, as obras são a esperança de dias melhores. Moradora do local há 70 anos, a auxiliar de serviços gerais, Arlete Lima, relata a vontade de ver o igarapé ser recuperado. “Quando chegamos aqui o único jeito era despejar os dejetos no igarapé. Agora com essa nova estrutura acredito que o meio ambiente vai melhorar e a gente, que mora aqui, vai poder viver em melhores condições. Quem gosta de viver em lugar inadequado, né? Muita gente vai ser beneficiada”, declarou a idosa.

Pular para o conteúdo