Um príncipe no Prospera que leva alegria e motiva crianças a lerem

Um príncipe no Prospera que leva alegria e motiva crianças a lerem

Aos 17 anos, Jandson Menezes da Silva, começou a trabalhar por meio de um programa social. A oportunidade transformou a vida dele. Aos 35 anos, formado em Gestão Financeira, ele é o responsável pelo Laboratório de Hidrometria da Águas de Manaus.

Além de se orgulhar da trajetória profissional e da paixão pelo trabalho, o ex-leiturista retribui a ajuda que recebeu provocando melhorias na vida de outras pessoas. “O voluntariado é isso, é ser um agente de transformação para um mundo melhor”, diz Jandson.

Vestindo a fantasia para tornar as histórias ainda mais reais

No Prospera – Um Movimento pelo Cuidado com a Vida, no último 19 de agosto em Manaus, o voluntário vestiu a fantasia que ele mesmo criou para atrair ainda mais a atenção das crianças. Contou histórias para conscientizar sobre a importância de cuidar do meio ambiente.

“A gente faz o bem e fica bem”, diz ele. É um aprendizado contínuo, segundo ele. Seu filho, Filipe Lemoel, também participa das ações. No Prospera, a família toda de Jandson esteve presente. “O que é bom precisa ser compartilhado”, afirma.

Superando as expectativas

A previsão da participação de voluntários no Prospera superou as expectativas. “Nós esperávamos 100 voluntários, tivemos 150. O Programa Voluntariado na Águas de Manaus tem crescido a cada ano e nunca deixamos de fazer uma ação por falta de voluntários”, afirma Semy Ferraz, gerente de RS da concessionária.

Semy foi um dos que ajudou a definir a política do Programa Voluntariado da Aegea. “Sempre tive uma participação muito grande nos movimentos sociais e, no saneamento, acredito que é muito importante a proteção dos vulneráveis frente à universalização”, diz.

Formado em Engenharia Civil, se interessou pela área de Responsabilidade Social quando estava na Regional 1 da Aegea, em Campo Grande. Foi para Manaus para coordenar a área de RS. A vontade de servir, de ajudar o próximo o levou a um curso de voluntariado. 

Mobilização social que transforma vidas

“Ampliar o acesso aos serviços, a um aprendizado, é muito transformador. Aqui na Águas de Manaus temos vários grupos de mobilização social, como a Oficina do Primeiro Emprego, que envolve o RH e voluntários de outras áreas, que levamos para vários bairros”, afirma Semy.

“Outro trabalho que move os voluntários na Águas de Manaus é o Curso de Encanadores para Mulheres, que também fez parte do Prospera”, conta o gerente de RS. A mobilização para a participação dos colaboradores no Programa Voluntariado começa desde a integração.

Materializando o propósito da Aegea

“Quando as pessoas chegam à empresa já conhecem as atividades e fazemos um convite para que participem. Foi assim com o Jandson, que passou a ser voluntário assim que chegou à sede”, diz. “Depois que a pessoa participa de uma ação, dificilmente abandona o voluntariado”, afirma Semy.

Para ele, ser voluntário é ter uma responsabilidade muito grande com o outro. “Voluntário tem que fazer o que gosta, é servir, é ter uma empatia muito grande com o outro e, aqui na Aegea, tem uma relação muito forte com o nosso propósito. O voluntariado ajuda a materializar o propósito da Aegea, de movimentar vidas e gerar prosperidade compartilhada”, finaliza ele.

Pular para o conteúdo