1º lugar mundial entre empresas pares do setor no Rating ESG da Sustainalytics

1º lugar mundial entre empresas pares do setor no Rating ESG da Sustainalytics
Texto: Marcela Borges

É o segundo ano consecutivo que a empresa é reconhecida no Rating ESG da Sustainalytics, líder global em pesquisa, classificações e análises de ESG, uma organização do grupo Morningstar.

Entre as empresas avaliadas este ano, a companhia avançou uma posição no ranking Global de Saneamento, alcançando o 3º lugar, e figurou em o 1º lugar no pódio das categorias citadas acima.

“Estamos orgulhosos de anunciar que, mais uma vez, a Aegea alcançou uma classificação de baixo risco nos indicadores ESG, demonstrando a segurança e transparência do nosso modelo de negócios”, disse o CFO da Aegea, André Pires.

Mais de 13 anos de compromisso com responsabilidade corporativa

Para o CFO, a nova classificação no rating é mais uma evidência dos 13 anos de compromisso da companhia com a vida dos brasileiros e com o meio ambiente.

“Esta conquista é o resultado direto do trabalho dedicado que vem sendo realizado por nossas equipes. A evolução contínua de nossas práticas ambientais, sociais e de governança reafirma o compromisso da companhia com a responsabilidade corporativa, sempre alinhada ao nosso propósito de movimentar vidas, levando saúde e dignidade para a população nos locais onde atuamos”, destaca.

O Rating ESG da Sustainalytics avalia cerca de 16 mil empresas em escala mundial de diversos setores quanto ao risco ESG. A análise de empresas de saneamento envolve mais de 50 indicadores sob os temas ESG (Ambiental, Social e Governança), onde mais de 800 analistas de pesquisa ESG nos escritórios globais da Sustainalytics atribuem notas que compõem o rating da empresa em cada categoria.

Exemplos de ESG na rotina das operações da Aegea

Entre os exemplos do comprometimento da Aegea com a agenda ESG são as emissões de títulos sustentáveis, os SLB (Sustainability-Linked Bonds), realizadas em abril de 2022 e em outubro de 2023, que reforçaram a solidez financeira e a gestão da estrutura de capital da companhia.

A partir dessa iniciativa, a Aegea se tornou a primeira empresa no setor a emitir títulos de longo prazo com critérios vinculados ao cumprimento de metas sociais e ambientais na América Latina, sendo a primeira no Brasil a se comprometer com metas de diversidade racial em cargos de liderança.

Entre as metas definidas, estão: redução do consumo de energia em 15%, medido em kWh/metro cúbico; aumento de 32% para 45% de mulheres em posições de liderança; e aumento de 17% para 27% de negros ocupando posições de liderança.

Melhores práticas em gestão

Sob a perspectiva de governança corporativa, a companhia adota as melhores práticas em sua gestão, com destaque para a certificação ISO 37001 de Gestão Antissuborno que abriga uma série de regras internacionalmente reconhecidas com o objetivo colaborar para os programas

de compliance das empresas, certificando o alinhamento entre as organizações e a Norma Antissuborno.

A Aegea foi a primeira do setor de saneamento a obter essa certificação em 2018, renovando-a por duas vezes consecutivas, reforçando o compromisso da empresa com a ética e a integridade. A companhia tem um Programa de Compliance, conduzido pela Diretoria de Integridade, responsável também pelas investigações internas por meio do Canal de Acolhimento, que responde ao Conselho de Administração.

Além disso, a companhia conta com uma equipe especializada e dedicada à realização de due diligence de integridade em relação aos fornecedores, que são classificados de acordo com seu grau de exposição aos riscos de integridade.

Gerando prosperidade compartilhada

A Aegea entende que para alcançar a meta de universalização dos serviços de saneamento até 2033, é necessário viabilizar o acesso à população, e faz isso por meio, por exemplo, da Tarifa Social, instrumento financeiro que permite que o valor da conta fique acessível para famílias em vulnerabilidade social.

A companhia também tem estruturado programas como o de contratação de colaboradores residentes em comunidades, e como o Vem Com a Gente, que viabiliza o acesso à água potável e ao esgotamento sanitário em locais de difícil acesso, a exemplo das favelas das comunidades no Rio de Janeiro e da região de palafitas em Manaus.

“Tudo isso faz parte do nosso compromisso em gerar prosperidade compartilhada nos locais onde atuamos e deixar um legado positivo para as pessoas. Continuaremos trabalhando para alcançar cada vez mais vidas e deixar a nossa marca no setor de saneamento”, afirma André.

Pular para o conteúdo