Águas de Bombinhas bate recorde e diminui perdas de água para 13,7%

Águas de Bombinhas

Por meio de importantes investimentos na gestão de perdas de água, a Águas de Bombinhas (SC) tornou-se referência nacional. A unidade, que já havia registrado um recorde, alcançou uma média móvel de apenas 13,7% nos últimos doze meses.

Índice abaixo da média nacional

O índice está muito abaixo da média brasileira, que é de 39,2% de acordo com o Instituto Trata Brasil. Já a média de perdas de água no estado catarinense chega aos 35%.

O total levanta preocupações em torno do abastecimento, visto que uma enorme quantidade de água acaba não chegando ao seu destino final: a casa do consumidor. Enquanto isso, mais água é retirada dos mananciais.

Traduzindo os dados brasileiros, são aproximadamente 7,5 mil piscinas olímpicas de água tratada desperdiçadas diariamente. Ou sete vezes o volume do Sistema Cantareira – maior conjunto de reservatórios para abastecimento de São Paulo.

Conquista relevante

A quantidade perdida seria suficiente para abastecer mais de 63 milhões de brasileiros em um ano. Por isso, a conquista em Bombinhas, em Santa Catarina, se torna ainda mais relevante. O objetivo da empresa é continuar diminuindo o quantitativo de perdas.

“A redução no índice é um objetivo da concessionária, tanto pela economia como pelo enfoque sustentável. Representa ainda maior oferta de água tratada e melhor distribuição para os bairros”, explica o responsável pelo Centro de Controle Operacional da Águas de Bombinhas, Henrique Gonçalves Mendes.

Investimentos em várias frentes

O resultado positivo é fruto do trabalho da concessionária em diversas frentes, a começar pela medição e controle do sistema, que permitem entender os diversos setores para que as equipes atuem de forma mais assertiva.

Outros investimentos também foram essenciais para a conquista do índice, como  a instalação de boosters, a mudança no modelo de operação e gestão de pressão na rede. A identificação de perdas e o monitoramento 24 horas com telemetria e telecomando, por exemplo.

Ainda de acordo com Henrique, o controle remoto e em tempo real por meio do Centro de Controle Operacional é um dos diferenciais da empresa e também responsável pelo sucesso dos números de Bombinhas.

Pular para o conteúdo