Águas do Rio ajuda a ampliar acessibilidade na Glocal Experience

GLOCAL Experience Águas do Rio Aegea

Acessibilidade para fazer a diferença e construir pontes para a sustentabilidade. Foi neste cenário que os alunos do Instituto Nossa Senhora de Lourdes, que fica na Vila Parque da Cidade, próxima à Rocinha, foram recebidos, na Glocal Experience, em 13 de julho. 

Alunos surdos, ouvintes e inscritos no Transtorno do Espectro Autista (TEA), foram guiados pela equipe de Responsabilidade Social da Águas do Rio, que contava com intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras). 

Para a coordenadora pedagógica do Instituto, Elenice Irani Pereira da Silva, ter profissionais que sabem Libras para receber os alunos da unidade foi um diferencial da Águas. “Este evento é muito importante, e estamos nos sentindo muito acolhidos. Ouvimos falar de um Brasil inclusivo, mas sabemos que na prática isso muitas vezes não acontece. E aqui a Águas do Rio está promovendo isso. A educação não se faz só na escola e a iniciativa de nos receber deste evento está fazendo toda a diferença”, frisou. 

Mais inclusão e sustentabilidade

Mãe da Ana Luíza, aluna surda do 7º ano da unidade, Ivonete Rodrigues elogiou as atividades desenvolvidas. As crianças participaram de oficinas e visitaram os stands da Águas do Rio. “Os surdos são pessoas sensíveis a estímulos visuais, e está tudo maravilhoso. Ter intérpretes também foi ótimo para eles”, considerou. Moradora da Rocinha, Ivonete disse, ainda, que é importante falar sobre sustentabilidade para as crianças. “Quanto mais cedo aprender, melhor”, acrescentou.  

Analista de Responsabilidade Social da Águas, Leandro Fonseca disse que é importante garantir a inclusão, garantido que as crianças portadoras de deficiência também façam parte do evento. “Ouvi um relato de um aluno dizendo que estava muito feliz, porque era a primeira vez que ele vinha a um evento como este. Esta fala, esta energia que a criança passa, é o que nos motiva mais a ser cada vez mais acessíveis”, afirmou. 

Oficinas promovidas pela Águas do Rio 

Na manhã desta quarta, a Águas ainda promoveu a oficina “Água se Planta”. A atividade, que encantou a criançada, trouxe a história do caminho percorrido pelas gotas de água, desde seu estado de vapor de nuvem até chegar ao oceano, passando por ambientes naturais e urbanizados. Educador ambiental do Instituto Moleque Mateiro de Educação Ambiental, Felipe Albino explicou que ao final da oficina as crianças levaram as “bombas de semente”, compostas por sementes nativas de mata atlântica e sementes de adubação verde, montadas durante a atividade. “A oficina mostrou que a planta precisa da água, mas que a água também precisa das plantas. É importante mostrar o quanto a vegetação tem impacto no ciclo hidrológico, desde a copa das árvores até as suas raízes, e conseguimos falar deste processo de forma lúdica para as crianças”, apontou. 

Já na parte da tarde, a oficina “Fiz de Contas” reuniu crianças atendidas pelo Asilo Espírito João Evangelista, instituição localizada no Humaitá que acolhe famílias em situação de vulnerabilidade social, em sua maioria da Ladeira dos Tabajaras e do Morro Dona Marta. Retalhos de tecidos, de marcenaria, cascalho de couro, entre outros materiais que seriam descartados no lixo, foram utilizados pelas crianças na confecção de colares e pulseiras.  

GLOCAL Experience Águas do Rio Aegea

Experiências que mudam o olhar para o futuro

“Reutilizamos os materiais e otimizamos recursos que seriam jogados no lixo. Isso é sustentabilidade. É incrível fazer esse trabalho com crianças, porque além de ajudarmos a desenvolver as atividades motoras, desenvolvemos um novo olhar para os produtos e como eles podem ser reutilizados”, destacou a responsável pelo projeto, Ana Luísa Cruz. 

A assistente social da instituição, Renata Tupinambá, destacou a importância da experiência em diferentes ambientes: “Entendemos que é um trabalho de conscientização trazê-los para cá. Já trabalhamos com atividades assim dentro de sala, mas é importante que eles vivenciem outras experiências. Eles gostam muito de participar e isso ainda estimula a criatividade deles”, disse. 

Mais sobre a Glocal Experience

A Glocal Experience é uma iniciativa da Dream Factory. O patrocinador master é a Águas do Rio, com patrocínio do Instituto Aegea, Enel Distribuição Rio, Corona, Cedae e da Lei estadual de Incentivo à Cultura do Estado do Rio de Janeiro. A Glocal conta ainda com as parcerias de mídia da Eletromidia, Itabus e TV Globo, além do apoio da OceanPact, Águas do Brasil e Rio + Saneamento. São apoiadores institucionais da GLOCAL: Alana, Instituto Igarapé, Pacto Global, FGV, Prefeitura do Rio e BR Marinas e com parceria da Maria Farinha Filmes. A curadoria e conteúdo é de responsabilidade da Andara e a Moderação dos Laboratórios tem a coordenação da Reos Partners.   Saiba mais em: glocalexperience.com.br

Fotos: Ademir Junior, Júlio César Guimarães, Marcos André Pinto e Paulo Whitaker.

Pular para o conteúdo