Avanços do saneamento nas unidades da Aegea em 2023

Avanços do saneamento nas unidades da Aegea em 2023

Quem vive em São Francisco do Sul, Penha, Camboriú e Bombinhas, em Santa Catarina, teve maior oferta de água tratada no ano que terminou. Além disso, novas famílias puderam se conectar às redes de coleta e tratamento de esgoto com as ampliações feitas nos sistemas.

As unidades da Aegea nos quatro municípios investiram cerca de R$ 98,4 milhões em obras de saneamento. Os investimentos estão em andamento, beneficiando os cerca de 300 mil habitantes, em períodos normais, e as estimadas 800 mil pessoas nas altas temporadas.

Investimentos que geram prosperidade compartilhada

“São investimentos responsáveis que vão fazer a diferença na vida da população. Com serviços prestados com tecnologia e buscando inovação, as empresas contribuem para garantir o acesso à água de qualidade e ao esgotamento sanitário para os catarinenses. É o compartilhamento da prosperidade, promovido pela Aegea onde atua”, diz a diretora-presidente das concessionárias, Reginalva Mureb.

Abastecimento regular também no verão

Para inverter a pauta de falta de água no verão, que era uma constante em alguns dos municípios atendidos pela Aegea, a Águas de Penha vem ampliando o abastecimento. A cidade já tem um reservatório e estação de tratamento de água.

Bombinhas ganhou o terceiro módulo de tratamento de água, o que aumentou a capacidade de captação e tratamento para 210 l/s somente em uma das ETAs da cidade. Outro investimento foi a implantação da 3ª linha de adução – uma opção extra de captação de água, que ocorre no Rio Tijucas.

Acesso ao esgoto coletado e tratado

Sistemas de coleta e tratamento de esgoto estão sendo implantados e ampliados nas quatro cidades. Estão sendo investidos R$ 180 milhões na implantação do sistema em Bombinhas. A Águas de Camboriú está ultimando as negociações com o poder concedente para a implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto, que terá 200 km de rede.

https://www.nsctotal.com.br/noticias/tratamento-de-esgoto-vai-chegar-pela-primeira-vez-a-moradores-de-sao-francisco-do-sul

São Francisco do Sul já tem 120 km de rede e a ETE Ubatuba. Em breve terá mais 70 quilômetros de rede coletora de esgoto. Em Penha, são cerca de R$ 111 milhões investidos na universalização do sistema de esgoto.

Mais saneamento

Veja a seguir como as cidades de Campo Grande (MS) e Serra (ES) caminham para a universalização. Foto de capa do Aegea Blog é de Fábio Schramm.

Pular para o conteúdo