Centro Administrativo Aegea une sustentabilidade, tecnologia e integração

Centro Administrativo Aegea une sustentabilidade, tecnologia e integração
Texto: Rosiney Bigattão

Desde segunda-feira, 15 de janeiro, o Centro Administrativo Aegea ocupa o sexto andar do GH Corporate, em Indaiatuba, ao lado de uma das principais rodovias que cortam a região.

Um edifício que alia sustentabilidade e inovação para atender às necessidades das empresas que se instalarem no condomínio. A Aegea é uma das primeiras.

Cultura da Aegea expressa nos ambientes

Logo na recepção da Aegea, quem chega entra em contato com a cultura da empresa. Ela está na fluidez das cores, nas formas que lembram o movimento da água e em mensagens estratégicas, que expressam os valores da empresa e os comportamentos desejados estão distribuídas pelos ambientes.

As salas de reunião, por exemplo, foram nomeadas com alguns dos comportamentos desejados: Performance, Ética e Integridade, Austeridade, Gestão, Empatia, Foco na Solução, Compromisso, Senso de Dono e Respeito.

Os espaços são amplos e integrados, contribuindo para a proposta de trabalho colaborativo, com integração entre pessoas, áreas e processos. Refletem o compromisso da Aegea em manter uma atuação sustentável, colaborativa e com visão de futuro, que gera prosperidade compartilhada para todos os envolvidos.

Infraestrutura para seguir o propósito de movimentar vidas

“Vamos aproveitar esse espaço da melhor forma possível para nós, indivíduos, e como empresa, Aegea. Foi tudo muito bem pensado, temos uma nova sede, estamos mudando de cidade e também de regime de trabalho. Vamos aprender a lidar com elas a cada dia, mas sem esquecer o nosso propósito, que é movimentar vidas, fornecer água e esgoto tratados a cada uma das casas que atendemos em nossas unidades, sempre com o cuidado nas entregas que fazemos”, disse Claudia Piunti, diretora Administrativa da Aegea.

Maior integração e espaços completos

Com o projeto da nova sede, a ideia é fortalecer a integração também com as operações para as quais o CAA presta serviços, distribuídas em mais de 500 municípios em 14 estados brasileiros.

São nove salas de reuniões, estúdio para gravações e quatro cabines para ligações mais privativas, além de uma biblioteca e 150 lockers compartilhados.

Para a rotina diária, são 264 posições de trabalho, sendo 176 fixas e 33 livres. A estrutura de apoio conta ainda com copa e amplo espaço para o café.

O edifício possui ainda três salas de reuniões no primeiro andar, auditório para 400 pessoas, academia, restaurantes, heliporto e um estacionamento para carros híbridos e elétricos. A Aegea pode reservar esses espaços.

“Para os colaboradores, disponibilizamos duas linhas de fretado, uma de Santa Bárbara d”Oeste e outra de Americana, onde mora o maior número deles. Vamos disponibilizar também, para quem vive acima de 30 km da nova sede, a opção da carona solidária”, afirma David Freitas, gerente de Planejamento de Processos e Inovação do CAA.

Empresa sempre de portas abertas

Três grandes motes nortearam a mudança, explica a diretora Administrativa. Um é a representação institucional do que o CAA representa na Aegea, uma grande prestadora de serviços para empresas que fornecem serviços nas suas concessões. Outro foi poder centralizar todas essas pessoas que estavam trabalhando de forma remota, desde a pandemia, em um formato híbrido – dois dias presenciais e três em home office.

“Por fim, com a dimensão que a empresa tomou com o crescimento, vimos a necessidade de estar em um local mais acessível para os clientes internos, próximo à São Paulo e com um grande aeroporto. Por isso tudo, mudar a sede de Santa Bárbara d’Oeste para Indaiatuba faz com que as portas estejam sempre abertas para todas as unidades da Aegea, fornecedores e visitantes”, afirma Cláudia.

Leia nas matérias a seguir: como funciona o CAA e a visão dos colaboradores sobre a integração entre os times na nova sede.

Pular para o conteúdo