Dia da Resistência Indígena pelo Respeito Dá o Tom

Dia da Resistência Indígena pelo Respeito Dá o Tom

Aos poucos, vamos reaprendendo. Um aprendizado urgente e necessário, que nos lembra que é preciso conhecer a história para reparar equívocos que acabaram incorporados ao nosso jeito de falar, por exemplo. Assim, com esse novo olhar, trocamos índio por indígena. Tribo por aldeia, por comunidade, para não tratar povos originários como primitivos. 

É para falar da importância de rever conceitos assim e para valorizar toda a luta de um povo e sua diversidade cultural que o Respeito Dá o Tom, o programa de diversidade e igualdade da Aegea, lança uma campanha para celebrar o Dia da Resistência Indígena, em 12 de outubro. Uma data especial para todos, especialmente para a América Latina.

Data lembra a resistência dos povos originários

Como o próprio nome diz, o dia é de luta, pois não há nenhum motivo para comemorar, o 12 de outubro marca a chegada dos colonizadores europeus à América. Mas, no ano de 1492, não houve uma ‘descoberta de um novo mundo’. Nas terras onde Cristóvão Colombo desembarcou, já viviam povos originários de grande sabedoria e conhecimento milenar.O material preparado pela Aegea por meio do Respeito Dá o Tom, com apoio da Portland, tem como objetivo sensibilizar as pessoas para que possam assumir essa nova postura diante do tema. Confira. Faça parte dessa causa. Ajude a mudar essa história. Clique e confira o card.

Pular para o conteúdo