Aegea vence licitação para prestar serviços em Governador Valadares

Aegea vence licitação para prestar serviços em Governador Valadares
Texto: Marcela Borges

Atuando em 505 municípios e atendendo a 31 milhões de pessoas, a Aegea conquistou a disputa da Concorrência Pública nº 005/2023 para a prestação de serviços de abastecimento de água tratada e esgotamento sanitário no município de Governador Valadares, em Minas Gerais.

A companhia irá promover a execução de obras de infraestrutura, melhorias, manutenção e operação dos serviços de saneamento na cidade mineira, beneficiando mais de 250 mil pessoas. Estão previstos cerca de R$ 1,3 bilhões em investimentos ao longo dos 30 anos de contrato.

Tratamento de esgoto passará de 0% para 100% em 10 anos

Além de promover a universalização dos serviços de abastecimento de água com qualidade, a nova concessão prevê a universalização do esgotamento sanitário, com índice de tratamento passando dos 0% atuais para 100% do esgoto coletado em 10 anos, além da redução de perdas de água para 25%.

“É com grande responsabilidade e comprometimento que assumimos este novo desafio que representa nossa chegada no Estado de Minas Gerais, em um relevante município. Este novo projeto reforça o compromisso da Aegea em promover vidas mais dignas e saudáveis, com respeito ao meio ambiente, por meio do saneamento básico. E é isso o que levaremos para Governador Valadares”, afirma Radamés Casseb, CEO da Aegea.

Expertise da Aegea em atuar em pequenas e grandes cidades

A sessão pública foi realizada na sede da B3, na capital paulista, no dia 30 de novembro. A Aegea ofereceu valor de outorga de R$ 385 milhões. Com a vitória, e após a assinatura do contrato, a companhia passará a operar em 15 estados, agregando expertise e diferentes modelos de contrato.

“Passar a atuar em Minas Gerais, que é o segundo Estado mais populoso do Brasil, demonstra a expertise da companhia em atuar em localidades de diferentes dimensões, com populações que variam de três mil a 6,8 milhões de habitantes, se adaptando aos muitos “Brasis”, com um modelo de negócio transparente e ético, atrelado à nossa eficiência operacional, investimentos responsáveis e cumprimento de metas”, completa Casseb.

Fotos do leilão: Cauê Diniz/B3.

Pular para o conteúdo