Aula magna marca início da nova jornada em formação superior na Aegea

Academia Aegea
Texto: Rosiney Bigattão

O sonho de conquistar um diploma superior ficou mais próximo da realidade para 50 colaboradores da Aegea que iniciaram o Programa de Ensino Superior da Academia Aegea. A aula magna, no último sábado, 12 de fevereiro, foi um momento marcante para todos.

“Sabemos o quanto é importante hoje no Brasil ter um curso superior. Mas, muitas vezes o contexto, as dificuldades de conciliar trabalho e estudos e, principalmente, o orçamento, são impeditivos para realizar o sonho do acesso ao diploma”, afirmou o CEO da Aegea, Radamés Casseb.

Por outro lado, havia a vontade na empresa de conseguir viabilizar uma oportunidade de evolução, de melhoramento, de troca. A partir daí, nasceu o curso de graduação superior de Processos gerenciais com Ênfase em Saneamento.

Profissionais que vão crescer junto com a empresa

“Quem seriam os melhores profissionais a fazer o curso senão aqueles que vivem saneamento? Que entrelaçam as suas vidas e as vidas de suas famílias na entrega dessa jornada que é atuar no saneamento. Isso permite que a Aegea sonhe que vamos ter gerentes e diretores oriundos desse curso, que vão crescer junto com a empresa e conseguir traduzir melhor os interesses da comunidade”, disse ele.

Curso inédito no Brasil

“Estamos felizes por estar junto com vocês nesse sonho de graduação. São 50 profissionais que passaram pelo processo seletivo entre 300 pessoas concorrendo. Vocês passaram e passaram muito bem”, afirmou na abertura a diretora da Academia Aegea, Fabianna Strozzi.

É a segunda turma do curso inédito no país, o de Processos Gerenciais com Ênfase em Saneamento. A primeira se formou em 2021 e os resultados são bastante animadores, com um alto índice de empregabilidade e sucesso. Dos 48 formandos, 42 já foram promovidos.

Turma representativa

Além das boas perspectivas, a nova turma é altamente representativa em termos de etnia e de gênero, disse o coordenador do curso Leandro Morilhas, que é o diretor-executivo da empresa de Soluções Educacionais, parceira da Academia Aegea no curso de graduação superior.

Defasagem em mão de obra especializada

O CEO Radamés Casseb, lembrou que a Academia Aegea foi criada em 2014 para ajudar a suprir a enorme defasagem de mão de obra especializada em saneamento. Para ele, ainda hoje a primeira alavanca que falta são pessoas preparadas para atuar no setor.

“Quando iniciamos os serviços no Maranhão, em Rondônia, no Pará, em Santa Catarina, vimos que faltava um processo de formação com uma abordagem especializada, desde o técnico até a modelagem de uma operação e foi dessa percepção que surgiu a Academia Aegea”, afirmou.   

Entrelaçamento de propósitos

Havia também a percepção de que as pessoas precisam melhorar, evoluir e, ao mesmo tempo, ter um canal sustentável para que a empresa pudesse aprender também. “Por meio da Academia Aegea recebemos um grande aprendizado, histórias de vida, alinhamento e insights que unem as famílias à empresa ao longo de suas vidas. O senso que nos une é o de também fazer um esforço para que as pessoas continuem evoluindo”, disse ele.

“Nesse programa temos pessoas de todo o Brasil e isso vai fortalecer a nossa brasicidade”, afirma a vice-presidente de Gestão de Pessoas, Marcia Costa, se referindo ao talento da Aegea de valorizar as características de cada lugar onde atua.

Aproveitar as oportunidades

A VP lembrou da nova conquista da Aegea, em Crato, no Ceará. “Acabamos de virar cearenses, então como a gente chega nessa comunidade, transforma, leva dignidade e saúde? Vocês são as pessoas que podem fazer isso no dia a dia para cada um desses brasileiros”, disse.

“Aproveitem a oportunidade”, enfatizou Kátia Hanser Morato, analista da Academia Aegea. “ Ela é única, são pouquíssimas empresas no país que pagam uma graduação para seus colaboradores. É um presente, vocês se esforçaram e são merecedores por estarem aqui, então, agarrem isso com força.

Pular para o conteúdo